Os processos de fabricação de alimentos são tão diversos quanto os próprios alimentos. Enquanto o processamento contínuo é o melhor método para algumas aplicações, outros processos podem exigir operações em lote. É importante saber como cada tipo funciona e que fatores influenciam sua decisão entre eles. Neste posto, revisaremos as diferenças básicas entre o processamento em lote e o processamento contínuo na fabricação de alimentos.

Processamento em lote

O processamento em lote é um método de fabricação de alimentos que envolve a produção de uma grande quantidade de um produto de cada vez. Neste tipo de sistema, vários produtos podem ser produzidos em sucessão. O processo funciona de forma muito semelhante à forma de cozinhar na cozinha de sua casa. O processamento segue uma série de etapas separadas do processo de fabricação em conjunto. Isso significa que outro lote não pode iniciar uma etapa, se o anterior ainda estiver dentro dessa parte do ciclo.

A principal vantagem do processamento em lote é sua flexibilidade; é mais fácil alterar seu cronograma de produção ou carregar um produto extra se você souber que haverá um afluxo sob demanda no final da semana. Entretanto, também há algumas desvantagens: o processamento em lote requer mais espaço de armazenamento entre as etapas, o que significa que se você fizer uma mudança - como adicionar ou remover um ingrediente - você terá que voltar a todas as etapas anteriores antes de retomar a operação de onde parou (ou seja, começar de volta com a matéria-prima). Isto pode levar a tempos de espera mais longos do que os sistemas contínuos, porque tudo precisa ser reiniciado uma vez que tudo muda dentro de qualquer etapa do caminho até a conclusão.

Os processos por lotes também tendem a ter maiores exigências de trabalho manual do que os processos contínuos, uma vez que os equipamentos tendem a não ser tão sofisticados - os operadores devem adicionar ingredientes manualmente em misturadores em vez de usar alimentadores/dispensadores automáticos como os encontrados atualmente.

Processamento contínuo

O processamento contínuo é um fluxo contínuo de produtos alimentícios através de uma série de etapas de processamento. O processamento contínuo pode ser usado tanto para alimentos líquidos quanto sólidos. Em comparação ao processamento em lote, o processamento contínuo oferece vários benefícios:

  • Melhor controle do processo
  • Maior produção em volume (até 10 vezes maior)
  • Menor tempo de inatividade do equipamento (é mais fácil manter todas as suas máquinas funcionando de uma só vez)

A indústria alimentícia está adotando o processamento contínuo por uma série de razões. Primeiro, é mais fácil controlar a qualidade do produto final e ter resultados consistentes. As etapas do processo podem ser feitas na ordem que lhe dá o produto de maior qualidade, em vez de pegar de uma etapa e largar em outra. Além disso, o processamento contínuo pode levar a menores custos do produto, reduzindo o tempo de inatividade do equipamento.

Tanto o processamento em lote quanto o contínuo têm seus próprios pontos fortes e fracos

O processamento contínuo e o processamento em lote são ambos ferramentas valiosas para os fabricantes de alimentos. Ambos os métodos têm seus próprios pontos fortes e fracos, mas a melhor abordagem para sua empresa pode ser um híbrido dos dois.

Processamento em lote: Os prós e contras

A maior vantagem do processamento em lote é que ele permite que você tenha a flexibilidade de mudar rapidamente receitas ou ingredientes. Você pode facilmente atualizar sua linha de produtos fazendo mudanças em uma parte do processo; então você pode voltar a uma receita padrão uma vez que tenha terminado de testar novos produtos. Por exemplo, na preparação de cobertura de bolos, diferentes lotes de cobertura exigirão corantes diferentes e podem variar no teor de açúcar. No sistema de lote, mudar entre esses diferentes SKUs é tão fácil quanto atualizar as instruções da receita. Em contraste, com o processamento contínuo, você pode ter que substituir toda uma linha de produção ao trocar receitas ou ingredientes (o que pode ser caro). Talvez você não tenha que fazer isso no exemplo da produção de cobertura de bolo, mas converter sua linha de produção contínua de ketchup em uma linha de produção contínua de maionese exigiria equipamentos diferentes e adicionais com diferentes necessidades de limpeza.

No entanto, há algumas desvantagens em utilizar também o processamento em lote - a maior delas é a velocidade de produção. Como cada ingrediente deve passar por cada passo em ordem antes de chegar ao seu destino final, os sistemas de lotes tendem a não ser capazes de produzir grandes volumes com rapidez suficiente para as necessidades de muitas empresas hoje (embora isto esteja mudando).

O processamento contínuo é a melhor maneira de dimensionar e automatizar sua operação de fabricação de alimentos. É eficiente, econômica e ambientalmente correta - a combinação perfeita para qualquer negócio. Embora o processamento em lote ainda possa ser útil em certos casos, há muitas razões pelas quais você deve considerar a possibilidade de fazer esta troca.

JBT FoodTech fornece soluções para o processamento contínuo na fabricação de alimentos, incluindo lavagem/rugas, branqueamento/peeling, preparação/dispensação de molhos, esterilização e muito mais! Fornecemos equipamentos para atender às suas necessidades específicas de processo. Não tem certeza do que é certo para seu negócio? Os Serviços de Consultoria da JBT Expert Assurance se concentram na especialização de processos utilizando especialistas da JBT em todo o mundo. Estes serviços são projetados para apoiar os programas de melhoria de eficiência de nossos clientes. Nossos especialistas realizam uma análise completa dos processos de produção e fornecem um plano estratégico para aumentar o rendimento, a qualidade e o rendimento.